04 de outubro de 2021 - 18:36

Esquete dirigida por moradora de Nova Iguaçu vence mostra competitiva

Baixada Fácil

Esquete dirigida por moradora de Nova Iguaçu vence mostra competitiva

O pássaro de plumagem negra e canto melodioso é fonte de inspiração para um dos textos mais poéticos e inquietantes da Mostra Competitiva, da 11ª edição do Festival de Teatro Universitário, o FESTU. A cena Melro, da Escola de Teatro Martins Penna, no Rio de Janeiro, levou o principal prêmio: o de Melhor Esquete e o patrocínio de R$30 mil reais para a companhia teatral montar o próprio espetáculo em 2022.  


Escrito por Fabiano de Paula e dirigido por Pietra Canle, Melro narra a história de uma jovem mulher preta, moradora de uma comunidade, e o sonho de liberdade para seu filho como o pássaro que dá nome ao esquete. Com uma interpretação intensa e cativante, Cláudia Macedo recebeu o prêmio de Melhor atriz. Melro também venceu nas categorias Melhor iluminação e Melhor texto original. 


De 14 a 16 de setembro, foi possível acompanhar virtualmente e gratuitamente o melhor da cena universitária e as apresentações de vários grupos. Este ano, os atores Babu Santana, Malu Galli, Mariana Nunes e Aline Borges — entre outros profissionais da área que compuserem o júri artístico da Mostra Competitiva — tiveram a missão de escolher os vencedores dentre os 20 esquetes selecionados pela curadoria do festival. 


O esquete Interseções entre o amor e o tempo — com trupe formada por artistas da Pontifícia Universidade Católica (PUC), da Casa das Artes de Laranjeiras (CAL) e Estácio, do Rio de Janeiro — levou o prêmio de Melhor esquete pelo júri popular e faturou R$15 mil reais como patrocínio para montagem da peça. Este ano, o diretor Felipe Cabral anunciou uma surpresa. A categoria Melhor Trilha Sonora voltou a fazer parte do FESTU e a cena Perdoando Deus? foi a vencedora.  


 


Os outros premiados da Mostra Competitiva são:  


 


Melhor cenografia: Zé, Unirio (RJ); 


Melhor figurino:  Manifexto (ou futuro à moda antiga), Unirio (RJ); 


Melhor iluminação: Melro, Martins Penna (RJ) 


Melhor direção de movimento: Uma, outra, UFMG (MG); 


Melhor texto original: Melro, Martins Penna (RJ); 


Melhor trilha sonora: Perdoando Deus?, Unirio (RJ); 


Melhor direção: Jorge Oliveira e Rita Dias, Perdoando Deus, Unirio (RJ) 


Melhor ator: Luiz Antonio, Zé, Unirio (RJ); 


Melhor atriz: Claudia Macedo, Melro, Martins Penna (RJ); 


Melhor esquete: Melro, Martins Penna (RJ); 


Melhor esquete, escolha público: Interseções entre o amor e o tempo, PUC, CAL e Estácio (RJ). 


 


As apresentações dos finalistas da Mostra Competitiva do FESTU podem ser vistas no Youtube (www.youtube.com/festufestival).  


 


Sobre o FESTU  


Considerado o mais importante festival de teatro universitário do Brasil, o FESTU fomenta a arte — com a intensa troca entre escolas e faculdades de artes cênicas — e revela novos talentos. Desde que foi criado em 2010, o evento tornou-se um ponto de encontro para promoção de pluralidade de ideias e diversidade de pessoas. 


Ao longo dos anos, recebeu mais de 3.400 inscrições de grupos teatrais de todo o país e 55,5 mil jovens foram impactados. As apresentações foram assistidas por 160 mil espectadores. O FESTU ainda patrocinou 18 espetáculos e distribuiu quase 900 mil reais em premiações.   


 



  • Seus dados

  • Nome completo *
    Digite seu nome completo
  • E-mail *
    Digite seu nome completo

  • Dados dos seus amigos

  • Limite de 10 e-mails por envio.
  • Nomes *
    Caso queira enviar para vários amigos, basta separar os nomes com vírgulas.
    Exemplo: George Gonçalo, Ana Leticia, Mauro Gomes
  • E-mails *
    Digite os e-mails dos seus amigos. Siga a mesma ordem dos nomes.
    Exemplo: george@email.com, ana@email.com, mauro@email.com
  • Mensagem *
    Essa mensagem será enviada para seus amigos, junto com a indicação