15 de março de 2017 - 19:11

Semana Mundial de Combate ao Glaucoma: doença atinge até 2% da população acima dos 40 anos

Baixada Fácil

Semana Mundial de Combate ao Glaucoma: doença atinge até 2% da população acima dos 40 anos

Nesta semana, de 12 a 18 de março, é realizada a Semana Mundial de Combate ao Glaucoma. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a doença atinge até 2% da população mundial acima dos 40 anos. No Brasil, estima-se que o problema afete cerca de 1 milhão de pessoas. Essa também é uma das principais causas de cegueira evitável.

De acordo com a diretora médica e responsável pelo setor de glaucoma do Centro da Saúde Ocular Kátia Mello, em Duque de Caxias - RJ, Fábia Helena Crespo, conscientizar a população em geral sobre a importância do diagnóstico precoce da doença é um dos principais objetivos da Semana Mundial do Glaucoma.


“O glaucoma é uma doença silenciosa, ou seja, o paciente não percebe nenhum sintoma, mas o problema leva à perda visual progressiva. É a principal causa de cegueira irreversível no mundo. A consulta com o oftalmologista é a única maneira de fazer o diagnóstico e tratamento precoce, que são fundamentais para preservação da visão”, explica Fábia Helena.


Ainda segundo a OMS, quase 90% das pessoas cegas vivem em países do terceiro mundo. Para a oftalmologista Kátia Mello, diretora do Centro da Saúde Ocular Kátia Mello, faltam informações e serviços básicos relacionados à saúde ocular para as pessoas mais carentes. Ela destaca que iniciativas que conscientizem a população são fundamentais para esclarecer as dúvidas e, com isso, ajudar no combate ao glaucoma.


“Com o objetivo de contribuir com as ações da Semana Mundial do Glaucoma, estamos realizando algumas atividades na clínica, como divulgação de informações por meio de totens e folhetos”, conta a médica.


O glaucoma é causado pela lesão do nervo óptico relacionada à pressão ocular alta e pode se manifestar de duas formas: crônica ou aguda. No glaucoma crônico, há a perda de visão periférica, devido a lesões nas fibras dos nervos originados na retina, causadas, principalmente, pela pressão interna do olho alta. Já quando agudo, a pressão do olho torna-se extremamente alta, podendo causar perda súbita e grave da visão. Embora raramente apresente sintomas, nos casos agudos, o paciente pode sentir fortes dores de cabeça, enjoo, dor ocular e fotofobia.


Para quem tem histórico de glaucoma na família, o exame preventivo é imprescindível. Também fazem parte do grupo de risco os portadores de diabetes; os míopes e hipermétropes; os maiores de 60 anos; e negros, principalmente com mais de 40 anos de idade. Para as crianças, um pré-natal adequado e o teste do olhinho são imprescindíveis para prevenir o glaucoma congênito, umas das principais causas de cegueira na infância.



Semana Mundial de Combate ao Glaucoma


O evento ocorre em todo o mundo no mês de março, desde 2010. Na ocasião, associações mundiais de glaucoma, oftalmologistas e pacientes promovem ações para alertar a população sobre a importância de ir regularmente ao oftalmologista e submeter-se às avaliações da pressão intraocular e do nervo óptico. No Brasil, há também o Dia Nacional de Combate ao Glaucoma, comemorado em 26 de maio.


  • Seus dados

  • Nome completo *
    Digite seu nome completo
  • E-mail *
    Digite seu nome completo

  • Dados dos seus amigos

  • Limite de 10 e-mails por envio.
  • Nomes *
    Caso queira enviar para vários amigos, basta separar os nomes com vírgulas.
    Exemplo: George Gonçalo, Ana Leticia, Mauro Gomes
  • E-mails *
    Digite os e-mails dos seus amigos. Siga a mesma ordem dos nomes.
    Exemplo: george@email.com, ana@email.com, mauro@email.com
  • Mensagem *
    Essa mensagem será enviada para seus amigos, junto com a indicação