Sismografia | 13 de novembro de 2016 - 21:51

A leveza do peso

Não comprei um apartamento na Estrada de Madureira, como quase todos os meus amigos. Eu construí um sobrado. Com a ajuda de familiares e amigos, típica construção solidária da Baixada Fluminense, desenhei e fiz a moradia da minha família. Das colunas à laje.


No início, o desafio me pareceu exaustivo demais. Ser ajudante de pedreiro depois de quarenta e seis horas de aulas semanais seria cansativo. Seria pesado. Pesado feito os mil e quinhentos tijolos 20x30, que eu vi o entregador descarregar na calçada.


Mas daí, logo nos primeiros dias de obra, me puseram para agarrar os tijolos no segundo andar. Hesitei. Não vou conseguir, disse. Tô tão cansado. Primo meu esclareceu: observa o tijolo. Eu vou jogá-lo com força e ele vai subir com velocidade e pesado. Mas tem uma hora que ele para no ar. Então você agarra ele.


Verdade. Foi fácil como colher uma flor.


Agarrar tijolos foi a etapa mais leve e divertida dos quatro meses de obra. E desde então eu penso que, se algo me parece um pesado fardo, é porque não estou observando e atentando-me ao momento exato de agir.


Há que se aprender diariamente. A leveza é o fim de todas as cargas. Uma vida leve é o maior desafio deste assoberbante tempo.


  • Seus dados

  • Nome completo *
    Digite seu nome completo
  • E-mail *
    Digite seu nome completo

  • Dados dos seus amigos

  • Limite de 10 e-mails por envio.
  • Nomes *
    Caso queira enviar para vários amigos, basta separar os nomes com vírgulas.
    Exemplo: George Gonçalo, Ana Leticia, Mauro Gomes
  • E-mails *
    Digite os e-mails dos seus amigos. Siga a mesma ordem dos nomes.
    Exemplo: george@email.com, ana@email.com, mauro@email.com
  • Mensagem *
    Essa mensagem será enviada para seus amigos, junto com a indicação

Sobre o autor

Escritor e professor.

Nenhum comentário

Seja o primeiro