04 de outubro de 2016 - 20:44

Grupo oferece apoio psicológico a idosos em universidade da Baixada

Baixada Fácil

Grupo oferece apoio psicológico a idosos em universidade da Baixada

Ninguém duvida que viver o momento de se distanciar da atividade profissional, passar por fragilidade na saúde, perdas de pessoas queridas e o esvaziamento do lar causa um certo remelexo na cabeça de qualquer ser humano, certo? Imagina isso na turma da cabeça de cabelos grisalhos. Para caminhar lado a lado com essa gente experiente, o Serviço de Psicologia Aplicada do Centro Universitário Uniabeu coloca em prática todas as quartas-feiras, de 8 às 20 horas, o grupo de atendimento ao idoso “Papo Livre”.

O professor doutor da Uniabeu Pedro Moacyr comenta que vivenciar o momento da terceira idade coloca a pessoa em contato constante com perdas de diversas naturezas, mas, segundo o professor Moacyr, não só isso. É que os idosos são tratados pelo sistema de saúde a partir de um ideal social onde são vistos como pessoas no final da linha.

De acordo com o Moacyr, durante os atendimentos aos idosos encontram-se questões que, muitas vezes, são as mesmas de outras etapas da vida. “É fundamental ouvir o idoso, ouvir as experiências de solidão, de isolamento, sexualidade, carências afetivas, medos, desejos, para que possamos mostrar que existem novas perspectivas”, explica. Moacyr é o responsável pela supervisão do atendimento. 


A idealizadora do projeto, a aluna do 10º período de psicologia Vanúsia Amaral, conta que o nome “Grupo Papo Livre” foi escolhido pelos dez primeiros idosos que participam do projeto piloto. “Nos encontros, que podem ser individuais ou em grupo, a prioridade é ouvir o idoso. Eles ganham confiança e se sentem bem para falar sobre todas as questões sem rótulos, daí concluíram que o nome deveria ser “Grupo Papo Livre’”, lembra.

A costureira aposentada Artemísia Alves Honorato, 74 anos, moradora de Belford Roxo, participa do “Papo Livre” há um mês. Nesse período, ela constata avanço em seu quadro psicológico. “Hoje, estou mais segura, mais vaidosa, com mais vontade de sair de casa. Participar do grupo me faz aprender com as experiências que conhecemos com os outros”, conta. As ideias fixas de velhice e morte foram superadas. “Não tenho mais esses sentimentos”, comemora.

A manifestação dos participantes é avaliada como animadora pelo professor Moacyr. Segundo ele, esse comportamento reflete o quanto é fundamental oferecer esse espaço para ouvi-los. “Os idosos precisam ser ouvidos para que possam encontrar meios para serem escutados sobre suas questões, muitas que ocorrem ao longa da vida e não, necessariamente, no final dela. Aqui na Uniabeu estamos oferecendo esse espaço para que juntos consigamos trabalhar todas com apoio e serenidade”, disse Moacyr. 


Para participar do “Projeto Papo Livre” basta fazer a inscrição através do site da Uniabeu no link http://www.uniabeu.edu.br/cadastrospa.php ou ligar para 2104-0450 ramal 468. Os atendimentos acontecem com hora marcada e em salas preparadas de acordo com as normas do Ministério da Educação e do Conselho Federal de Psicologia (CFP). Pelo serviço, é cobrada apenas uma taxa administrativa simbólica.


 


Serviço:


‘Projeto Papo Livre’
Local: Serviço de Psicologia Aplicada da Uniabeu
Endereço: Rua Itaiara, 301, Centro, Belford Roxo
Atendimento: Quarta-feira
Horário: 8 às 20 horas
Inscrição: http://www.uniabeu.edu.br/cadastrospa.php ou telefone: 2104-0450 ramal 468
Valor: Taxa administrativa simbólica


 


  • Seus dados

  • Nome completo *
    Digite seu nome completo
  • E-mail *
    Digite seu nome completo

  • Dados dos seus amigos

  • Limite de 10 e-mails por envio.
  • Nomes *
    Caso queira enviar para vários amigos, basta separar os nomes com vírgulas.
    Exemplo: George Gonçalo, Ana Leticia, Mauro Gomes
  • E-mails *
    Digite os e-mails dos seus amigos. Siga a mesma ordem dos nomes.
    Exemplo: george@email.com, ana@email.com, mauro@email.com
  • Mensagem *
    Essa mensagem será enviada para seus amigos, junto com a indicação