Saúde | 17 de março de 2017 - 23:16

Duque de Caxias vacina contra a febre amarela

Baixada Fácil

A Secretaria de Saúde de Duque de Caxias, através do Programa Municipal de Imunização, informa que até o momento apenas o Centro Municipal de Saúde (CMSDC), localizado a Rua General Gurjão, s/n – Centro – Duque de Caxias, está aplicando a vacina contra a febre amarela, de segunda a quinta-feira. São disponibilizadas 100 doses por dia. A prioridade é para as pessoas que estejam com viagem programada para os municípios incluídos na área do bloqueio do Ministério da Saúde. A vacinação para toda a população ocorrerá ao longo do ano, como foi divulgado pelo secretário de Saúde do estado.


Nesta quinta-feira (16/03), foi realizada reunião com as equipes das seis Unidades de Saúde (UPH) instaladas no município (Saracuruna, Campos Elíseos, Imbariê, Parque Equitativa, Xerém e Pilar), para tratar do início das imunizações nas unidades, mas ainda sem data estabelecida, pois o município aguarda envio das doses da vacina da febre amarela pela Secretaria de Estado de Saúde. As unidades de saúde espalhadas pelos quatro distritos terão dias específicos para fazer a imunização.

A responsável pelo Programa de Imunização no município de Duque de Caxias, Dra. Graça Lana, informa que, por enquanto, a recomendação é de que todos os moradores de Duque de Caxias que estejam com viagem programada para os municípios incluídos na área do bloqueio do Ministério da Saúde sejam vacinados. “No CMS estão sendo disponibilizadas 100 doses por dia, visto que é para quem vai viajar para as áreas recomendadas. A previsão é de que a vacinação nas seis unidades de saúde do município tenha início no final do mês de março, assim que chegarem as doses prometidas pelo Ministério da Saúde. Com a chegada das vacinas, a Secretaria de Saúde começará a imunizar a partir da população da área rural, priorizando os agentes da Vigilância Ambiental, a Vigilância Epidemiológica e médicos veterinários, por serem os primeiros a serem acionados em caso de suspeita da doença”, explica.