Cidadania | 26 de janeiro de 2018 - 19:21

Visibilidade Trans será tema de debate em Queimados

Baixada Fácil
Visibilidade Trans será tema de debate em Queimados

Comemorado em 29 de janeiro, o Dia Nacional da Visibilidade e Cidadania Trans terá uma programação especial em Queimados, na Baixada Fluminense. O marco será celebrado com uma mesa de debate, com direito a filme sobre o tema e presença das ativistas Layla Monteiro, Ângela Reis e convidados. O evento, promovido pela Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Promoção de Cidadania, acontecerá na próxima segunda-feira às 15h, no Centro de Esporte e Lazer da Terceira Idade (CELTI).


Segundo a ONG Transgender Europe,  o Brasil é o país que mais mata transexuais e travestis. Esse desrespeito às identidades ‘trans’ acarreta em extremos como expulsão de lares, escolas e principalmente do mercado de trabalho. Para combater esse tipo de preconceito, a Coordenadoria de Assuntos LGBT firmou uma parceria com outras secretarias municipais, que estarão presentes para debater a preservação dos direitos e da cidadania das pessoas transgênero.


Para o secretário da pasta Carlos Albino, é uma preocupação da gestão atual tratar todos os cidadãos de forma igualitária. “É direito de todo indivíduo ter acesso a serviços básicos como educação, saúde e emprego. A sexualidade não pode mudar nenhum desses direitos previstos em lei. Trabalhamos para promover a igualdade”, afirmou o gestor.


Araújo Costa, presidente da Associação Pela Liberdade de Expressão e Diversidade (ALED), atua há sete anos na cidade e afirma que a presença de eventos como esse na agenda municipal são uma grande conquista. “É uma vitória dos movimentos sociais organizados, que junto ao governo municipal, ratificam os compromissos sociais, nas lutas de cidadania, respeito, trabalho e capacitações para a população LGBT’’, afirmou.


Atendimento para as minorias


Além da Coordenadoria de Assuntos LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros), a Secretaria também mantém Coordenadorias de Políticas Públicas para Mulheres e a de Promoção de Igualdade Racial. O órgão fica na Rua Otília, nº 1495, Centro.