31 de maio de 2017 - 22:19

Audiência Pública discute violência contra a mulher em Belford Roxo

Baixada Fácil

Audiência Pública discute violência contra a mulher em Belford Roxo

Foi realizada, nesta quarta (31/05), no Polo Cederj em Belford Roxo, a 1ª Audiência Pública referente à violência contra a mulher promovida pela Prefeitura, através da Guarda Municipal. Palestras ministradas por autoridades da área, como a deputada e delegada Martha Rocha, discutiram e orientaram sobre a lei Maria da Penha, os tipos de violência, como proceder em casos de agressão, a importância das políticas públicas de enfrentamento físico, patrimonial, social e psicológico. O evento foi aberto ao público.


O inspetor geral da guarda, Leonardo David, destacou a importância em trazer a atenção de todos para as mulheres. “O objetivo hoje é de passar para a população a importância do combate da violência contra a mulher e orientá-las como proceder nesses casos, pois muitas são vítimas e não sabem de seus direitos, quem procurar e onde pedir ajuda”, disse o inspetor que falou ainda da criação da Patrulha Maria da Penha onde o corpo feminino da guarda vai atuar sempre no atendimento nos casos de violência contra a mulher, além de rondas periódicas.


A deputada e delegada Martha Rocha falou sobre os tipos de violência. “A violência pode ser física, aquela que deixa uma marca roxa, sexual, mais comum pelo estupro, patrimonial, aquela em que o agressor destrói patrimônios da vítima, moral, que mexe com a autoestima e psicológica, aquela que pode causar danos permanentes e inclusive levar à morte. Incentivar a mulher em participar mais da sociedade e da política é essencial para ela conhecer e defender seus direitos”, destacou a deputada.


A delegada Tatiana Queiroz, titular da Delegacia de Mulheres de Belford Roxo (Deam), falou sobre as denúncias recebidas. “A delegacia está a serviço da mulher e também de sua família, para aquelas que forem vítimas de agressão, denunciem e não se omitam, pois muitas ainda pensam que a relação explosiva e agressiva é normal e vivem na zona de conforto. Recebemos denúncias também de casais homoafetivos e transexuais”, informou ela.


A secretária municipal de Políticas para a Mulher, Ana Lúcia de Oliveira, a Pastora Aninha, disse que as mulheres estão cada vez mais tomando espaço na sociedade: “Cerca de um terço das famílias são sustentadas por mulheres. Estamos à disposição de todas que precisarem de atendimento e informações”.


O subprocurador da Prefeitura, Luciano Barreto Filho, mostrou algumas leis de proteção contra violência e destacou a importância de enxergar as mulheres com dignidade. “A violência contra a mulher abala não só a ela, mas também toda a família”, disse.


O psicólogo Hugo Codasi afirmou que a educação desde criança influencia na questão abordada. “Se você é criança e vê seu pai bater em sua mãe, você toma aquilo como exemplo, pois você se espelha nos seus pais e acha que aquilo é certo. E muitas vezes a mulher não culpa o agressor, pelo contrário, o defende alegando que a pessoa não tinha a intenção”, informou Hugo.


A mesa foi composta pelo Inspetor Geral da Guarda Municipal, Leonardo David, a deputada e delegada Martha Rocha, a delegada da DEAM, Tatiana Queiroz, o secretário adjunto de segurança pública, Braulino Alberto Vieira, a representante da secretária de Assistência Social e Cidadania, Daniela Carneiro, a secretária executiva Hisolda Rodrigues, a secretária municipal de Políticas para a Mulher, Ana Lúcia, a Pastora Aninha, o subprocurador da prefeitura, Luciano Barreto Filho, o psicólogo Hugo Codasi, a diretora do Polo Cederj, Daisely Costa, e as vereadoras Kenia Santos, Enira Ranuzia e Cristiane de Carvalho. 


  • Seus dados

  • Nome completo *
    Digite seu nome completo
  • E-mail *
    Digite seu nome completo

  • Dados dos seus amigos

  • Limite de 10 e-mails por envio.
  • Nomes *
    Caso queira enviar para vários amigos, basta separar os nomes com vírgulas.
    Exemplo: George Gonçalo, Ana Leticia, Mauro Gomes
  • E-mails *
    Digite os e-mails dos seus amigos. Siga a mesma ordem dos nomes.
    Exemplo: george@email.com, ana@email.com, mauro@email.com
  • Mensagem *
    Essa mensagem será enviada para seus amigos, junto com a indicação